Entenda os costumes compulsivos do seu cachorro

Você está ficando louco, ouvindo seu cão coçar as orelhas ao longo de toda a noite? Você tem notado o seu cão lamber sua pata ininterruptamente? Você ainda tem notado seu animal de estimação abocanhar o próprio rabo? Se você se sente desconfortável com esta condição, imagine como seu cão sente.
A obsessão por coçar, lamber e morder é bem comum em cães e tem uma multiplicidade de causas. Ela ainda pode ser prejudicial. Um dos primeiros sinais de que seu cachorro possui um problema pode ser o surgimento de uma área vermelha, molhada e inflamada que aparece por ele se morder de maneira persistente, lamber e coçar. Embora essas áreas, também chamadas de “dermatite úmida aguda”, consigam acontecer em qualquer lugar do corpo do seu cachorro, elas são encontradas, na grande parte das vezes, no crânio, no peito, nas patas ou nos quadris. Isso pois os cachorros coçam, lambem ou mordem, infinitamente, um mesmo local do corpo que se irrita. Esses locais são capazes de se tornar enormes e dolorosos rapidamente.

Razões pelas quais os cachorros se coçam, lambem ou mordem

Os cães coçam, lambem ou mordem por uma grande variedade de circunstâncias, que vai desde alergias até o sentimento de enfado, e a presença de vermes em seus corpos:

Alergias

entenda-os-costumes-compulsivos-do-seu-cachorro No momento em que o cão fica incontrolável, se coçando, muitas vezes é em função de alergias a alimentos ou determinantes ambientais, até mesmo o pólen. Os cachorros ainda são capazes de desenvolver uma inflamação da pele de nome “dermatite de contato”, que ocorre na ocasião em que eles encostam matérias como pesticidas ou sabão.

Sinais de aborrecimento ou ansiedade

entenda-os-costumes-compulsivos-do-seu-cachorro Bem como as pessoas com impaciência podem roer suas unhas ou rodar seus cabelos nos dedos, os cães também são capazes de possuir respostas físicas ao transtorno psíquico. De fato, determinados cães desenvolvem uma conjuntura semelhante ao transtorno obsessivo-compulsivo dos seres humanos. O problema pode manifestar-se como coceira desenfreada, lambidas ou abocanhadas no corpo do próprio cão, levando a prejuízos relevantes.

Pele seca

Uma pluralidade de razões, incluindo a temperatura fria e insuficiência de ácidos graxos, tem chance de ocasionar pele seca em cachorros. Seu pet, certas vezes, responderá ao incômodo coçando ou lambendo sua pele.

Seu cão está com desequilíbrio hormonal

Se o corpo do seu cachorro não está produzindo hormônio da tireoide razoável ou, pelo contrário, produz cortisol em grande quantidade, são capazes de acontecer inflamações superficiais da pele. Você é capaz de perceber manchas sem pelos e seu cão irá passar a se coçar ou lamber como se estivesse importunado por alergias.

Seu cão está com dor

entenda-os-costumes-compulsivos-do-seu-cachorro Ao tentar determinar por qual motivo o seu cachorro está se lambendo ou mordendo incessantemente, não se esqueça de considerar a possibilidade de que algo esteja incomodando o bicho fisicamente. Por exemplo, se você notar que seu cão abocanha a própria pata muitas vezes, ele pode estar com um espinho ou uma pedra afiada presa na região que está lambendo.
Morder ou lamber de maneira obsessiva uma parte do corpo também pode ser uma resposta a problemas ortopédicos, incluindo artrite e displasia no quadril.

Sinais de parasitas

entenda-os-costumes-compulsivos-do-seu-cachorro Entre as razões mais usuais do comportamento compulsivo de lamber, morder e coçar são pulgas, carrapatos e ácaros. Mesmo que os carrapatos sejam, no geral, notáveis a olho nu, as pulgas não são visíveis até que exista uma vasta infestação, e os ácaros são microscópicos. Por conseguinte, não confie que o seu cachorro não sofre com vermes só porque você não pode olhar os carrapatos ou pulgas superficialmente pelo corpo do seu pet. Examine o espécime de forma criteriosa para buscar descobrir se vermes estão deixando seu parceiro de 4 patas perturbado.