Você conhece o pet Chihuahua?

A Origem da Raça Chihuahua

racas-de-caes, caes, animais-de-estimacao -  - Você conhece o pet Chihuahua?

Existe demasiada polêmica em relação ao nascimento da espécie Chihuahua. No século X havia um cachorro da raça Techichi, esta raça coabitava na mesma época dos Toltecas, e o Chihuahua é capaz de ser descendente do Techichi. O Techichi era observado em muitas obras rupestres dos santuários nessa época. Esses cães possivelmente foram perpetuados pelos astecas, sendo vistos como sagrados por serem os “líderes” dos espíritos pelas “trevas”.
Outra ideia afirma que estes cães teriam uma proveniência muito mais antiga e que sua localidade seria as terras orientais, respaldando-se na história miniaturista dos povos orientais e supostamente foram importados para a América nos navios que praticavam comércio com os asiáticos.
A única concordância é concernente à nomenclatura da espécie: Estes cachorros eram adquiridos em negócios que eram estabelecidos em um estado do México chamado de “Chihuahua”. O primeiro exemplar foi aceito oficialmente no início do século XX, sendo aceito portanto no AKC (American Kennel Club).

Atributos da Raça Chihuahua

Suas orelhas destoam totalmente do restante do seu corpo, pois esse é mais alongado do que elevado, e elas são bastante amplas. Seu rabo é dobrado em volta do seu lombo. Podemos observar o Chihuahua em algumas colorações: castanho, prata, areia e o fulvo claro. Chihuahua é capaz de ser unicolor ou manchado e possui duas opções de pelo, a baixa e a extensa, bem como a ondeada, o que é inusual.
As Chihuahuas fêmeas possuem a inclinação de ser bastante peludas e bem grandes, enquanto, de modo geral, a pelagem desta raça é macia e muito maleável. Todas as colorações do cachorro são possíveis, também todas as mesclas de cores e quanto mais extraordinário ele for, mais desejado eles vão ser. Embora, comumente encontramos o Chihuahua na cor rubi escurecido.
Em função de sua sensibilidade, ocasionada por causa de seu pequeno tamanho e constituição física, eles são bastante franzinos, ainda mais na ocasião em que são filhotes. Seu tamanho, tanto para o cão como para a cadela, fica entre 15 e 22 centímetros. É muito idêntico ao Dobermann e, ainda, com um Aidi, todavia seu corpo é categoricamente mais pequeno.

Estrutura Psicológica da raça Chihuahua

Esta espécie costuma se apegar, especialmente, a seu dono, sendo reputado como um espécime de um só indivíduo. Ele é fechado com estranhos, mas normalmente é educado com outros cachorros e animais da casa. Por causa do seu comprimento, eles podem querer resguardar o seu proprietário, mas não serão completamente eficientes. O seu comportamento difere: certos cachorros serão muito descarados, outros mais discretos. Comumente é impulsivo.
É um cão rápido, vigilante, munido de grande presteza, pleno de motivação e bravura. Por intentar se tornar um excelente cachorro de sentinela, ele está a todo momento em atenção. Destemido, o cachorro da espécie Chihuahua pode afrontar a cachorros enormes. É incrivelmente afetuoso com o dono, todavia não aguenta facilmente pessoas estranhas. Ladra bravamente, dando o alerta ante o menor gesto duvidoso.
O Chihuahua é um cachorro sensível e o temperamento do dono, assim como o ambiente em que está inserido, pode motivar fortemente nos hábitos do cão quando chegar na fase adulta. Não é uma raça especialmente tolerante com crianças bem pequenas e pode morder se incitado, consequentemente é mais aconselhado para proprietários adultos, ou para famílias que possuam crianças mais crescidas, que saibam como proceder com o gênio alvoroçado e impaciente do Chihuahua.

Benefícios de ter um cachorro Chihuahua

Cachorros da raça Chihuahua são bem flexíveis e obedientes, independentemente de serem considerados muito espertos. O seu tamanho o torna um cachorro flexível a diversos recintos, incluindo apartamentos, casas e sítios.
O Chihuahua pode ser um cão difícil de domesticar, todavia com um pouco de paciência e amor ao cão é possível. Eles reagem adequadamente à repetição positiva e são capazes de, na grande maioria das situações, ser preparados por todo tipo de técnica. Quanto antes você sociabilizá-los com outros cães e indivíduos estranhos, mais calma irá ser a habituação destes animais.
É uma impecável espécie de cachorro para edifícios ou inclusive condomínios, já que a maior parcela de suas necessidades são capazes de ser realizadas dentro de casa, com brincadeiras ou sessões de recreações. Apesar disso, eles amam, como as demais raças, de praticar caminhadas diárias pelas ruas com seus donos.

Problemas comuns do Chihuahua

Você tem que estar sempre atento a alimentação de seus cães, porque os Chihuahuas têm necessidade de muitos cuidados, especialmente pelo fato deles serem onívoros. Concomitantemente, é essencial não dar comida em demasia esta raça pequena. Você é do tipo que não se preocupa em nutrir o seu cão com chocolate ou qualquer tipo de doce? Porque é melhor você mudar de ideia. O chocolate é prejudicial a todos os cachorros, e com os Chihuahuas é exclusividade. O consumo dessas substâncias no corpo desta raça pode gerar demasiados problemas, levando, também, seu cão à morte.
Se o seu cão for gordo, ele pode ter diabetes, sua vida útil vai encurtar e obviamente eles irão ter complicações com suas juntas.
Inúmeros eventuais compradores desta espécie buscam espécimes grandemente pequenos, entretanto é fundamental perceber, no momento da definição, se não estão doentes ou subnutridos ou, caso sejam saudáveis, em algumas situações poderão possuir uma vida curta e problemas sérios de saúde. Não vá achando que qualquer ração é boa! Para qualquer Chihuahua existe um modelo de ração, diferenciando pelo porte, comprimento e peso corporal.
Como pontos desfavoráveis podemos declarar que cães da raça Chihuahua são bastante assustados, despeitados ou inclusive bravos.

Como cuidar de um Chihuahua

O Chihuahua é um cão divertido, porém que é capaz de exercitar-se disparando no interior da residência. Ama explorar o quintal ou exercer passeios curtos com coleira e adora acompanhar os familiares em práticas ao ar livre. O Chihuahua não é um cão para viver do lado externo. Ele detesta o frio e procura calor. Não é obrigatório grandes cuidados ou tratamentos para a sua pelagem. Para cuidar da pelagem, é necessário apenas penteá-lo duas ou três vezes semanalmente.
Conceda amor ao seu cachorro continuamente. Se você se afastar por muito tempo, ele é capaz de ficar bem desanimado até que você volte, porque eles se apegam com bastante vigor.
Empregue um peitoral ao invés de uma corrente, com o intuito de defender a garganta de seu espécime enquanto ele anda. Isto ainda irã ajudar a evitar um colapso da traqueia ou do palato mole.
Alimente-o com ração com bastante carne. Para uma nutrição mais eficiente, certifique-se que o alimento possua, pelo menos, trinta por cento de proteína e vinte por cento de gordura. Quanto menos fibra, melhor, preferencialmente menos de quatro por cento.

Os Filhotes do Chihuahua

racas-de-caes, caes, animais-de-estimacao -  - Você conhece o pet Chihuahua?

Apesar de sua constituição minúscula, os filhotinhos são muito ativos e divertidos. Nunca deixe o seu cachorrinho muito tempo sobre o colo, porque uma queda é capaz de acometer bastante, também aniquilar, o seu Chihuahua. Sua composição física, ainda em formação, pode ser bem lesada pelas frequentes caídas.
Filhotes de Chihuahuas não são recomendados para viver com a meninada. Nessa situação, os cuidados devem ser redobrados, evitando acidentes como o cachorro ser pisado pela criança durante as brincadeiras.
Mas os filhotes sempre dão certo com outros cachorros, também brincando e correndo junto com eles. Só é preciso cuidar para que nunca exista uma diferença de tamanho expressiva entre os membros da brincadeira, evitando dessa maneira todo tipo de incidente. Se tiver vontade de banhá-lo, somente o faça após os 5 meses, quer dizer, ao passo que a última etapa da vacinação for administrada.
Para comprar um cão saudável, jamais escolha um filhotinho de um criador negligente ou em uma loja de espécimes sem procedência. Pesquise por um criador reconhecido que teste seus cachorros reprodutores para se certificar que os cachorros estão livres de enfermidades genéticas que são capazes de ser transmitidas para os filhotes.

Curiosidades a cerca do Chihuahua

– O Chihuahua vive por muito tempo do que a grande parte das espécies – A média de vida pode variar muito entre as inúmeras raças de cachorro. Uma teoria para isto é referente ao seu comprimento: um cão bastante avantajado, como o Dog Alemão, sobrevive não muito tempo, já esse cão, que é muito pequeno, pode sobreviver até os 20 anos. Ainda por cima, é uma raça que não pode possuir distúrbios sérios de saúde. Marilyn Monroe era fã de Chihuahuas. Ela possuía muitos animais domésticos: .