Beagle – Tudo Sobre

racas-de-caes, caes, animais-de-estimacao -  - Beagle - Tudo Sobre

Há determinados registros da existência de um cachorro muito equivalente ao Beagle contemporâneo na Grécia Antiga. Em tratados que foram datados de 433 A. C. há a possibilidade de ler a respeito de uma espécie de cão que possui a capacidade de identificar a presença de lebres de muito longe.
Com o intuito de se chegar aos cães Beagle dos dias de hoje, podemos pular determinados séculos no tempo, mais corretamente da Grécia A. C até à Inglaterra no século XI, onde existem bastantes registros de várias espécies que foram sendo mescigenadas até chegar ao cachorro Beagle que atualmente conhecemos. Com o intuito de se chegar até aos cachorros Beagle recentes, duas espécies de cães bem definidas foram misturadas: Galgos Ingleses e Talbot. Os cães que começaram a nascer frutos do entrelaçamento destas duas espécies são considerados parentes distantes do cão Beagle Contemporâneo.
Apesar de pesquisadores conseguirem traçar a procedência da grande parte das raças de cachorros modernos, no caso do cão Beagle existia um problema em termos de registros que acabou dificultando o trabalho. Outrora, independente da espécie de cão, se, por acaso, o cachorro fosse de um porte mediano, ele era denominado como Beagle. Esses documentos tinham datas do século XVIII na Inglaterra. Com o intuito de se desenvolver uma espécie de cachorros para a caça, principalmente de coelhos e lebres, percebe-se nestes documentos deste período muitos registros a cerca da preocupação em se gerar uma raça predadora. Com o intuito de se chegar até um cachorro eficaz na caça, observava-se a necessidade de um cachorro com um faro aguçado.
No que diz respeito às referências mais atuais, tudo indica que a base pra a raça atual tenha sido uma matilha criada pelo reverendo Phillip Honeywood em 1830, também na Inglaterra. Pressupoe-se que os primeiros cães com as características da espécie contemporânea começaram a ser exportados para os Estados Unidos após 1840. Foi graças aos EUA que o cachorro Beagle se tornou mais famoso. Mesmo tendo se originado na Inglaterra, se pode afirmar que os Estados Unidos foi o país onde o Beagle teve mais adesão.

Características do Beagle

Fora a sua fisionomia doce, o Beagle é um cão audacioso, inteligente, assim como afetuoso e feliz. Apesar de ser compacto na sua constituição, ele é um cão de aspecto robusto. Seus pelos são bastante curtos, resistentes e densos, e suas orelhas são bastante compridas que pendem pros lados. O Beagle, regularmente, é tricolor e tem as extremidades de cor branca.
O peso dos cachorros dessa espécie varia muito, segundo a altura e do tamanho do animal. Consoante a Federação Internacional de Cinofilia, os cães da espécie Beagle devem medir mais que 33 centímetros e menos que 40 cm e, em função disto, o peso de um cão Beagle pode variar de 8 aos 14 quilos, de acordo com o sexo.
Os cachorros da espécie Beagle possuem um enorme faro e quando soltos e sem coleira, podem desaparecer indo atrás de certo rastro, desprezando totalmente os comandos de seu dono, mostrando que o seu adestramento deve ser feito desde filhote para evitar este tipo de situação.

Temperamento do Beagle

Se não for adestrado devidamente, o Beagle tende a latir e uivar muito, fazendo com que seus donos se enlouqueçam, porém têm um temperamento divertido e doce. No entanto, isso não faz com que seja um cachorro difícil de conviver no dia-a-dia. É um cachorro que faz amizade bastante fácil com crianças.
São habituados a ficarem juntos dos demais cães, uma vez que a começar da sua origem foram acostumados a estar em bandos, entretanto, além do seu temperamento, ele é um cachorro de caça bem eficiente. O cachorro Beagle é calmo e se ajusta a todos os tipos de vida, tanto na área rural como na cidade. É um cão que costuma ser muito brincalhão.
Por causa do seu comportamento birrento, o aconselhado é que ele venha a ser ensinado desde bem cedo a obedecer a seu dono. Mesmo sendo brando e amável , o cachorro Beagle pode não ser ideal para proprietários iniciantes, pois é um cão o qual tem necessidade de donos firmes e com paciência e o seu treinamento é capaz de exigir tempo e muita empenho. Muitas vezes ele é definido como “inadestrável”, uma vez que sua pirraça é bem grande.
Todavia, ele possui uma personalidade bastante balanceada. Os cachorros dessa raça não apresentam brutalidade nem timidez, tendo a capacidade de ser, ainda, um cachorro sentinela.

Saiba os benefícios de se adquirir um cão da espécie Beagle

– São cachorros extremamente mansos e carinhosos
– Lidam bem com crianças pequenas
– São amorosos
– Lidam bem com o habitat urbano ou campestre
– São cães de boa saúde
– São cachorros fáceis de cuidar não necessitando de tosas constantes ou escovação constante

Pontos fracos

– São levados e desordeiros
– São desobedientes e birrentos chegando a ser denominados “cães que não têm a capacidade de adestramento” pelos adestradores
– Possuem tendência a se tornarem obesos
– Podem ser barulhentos e um tanto desagradáveis na ocasião em que filhotes
– Apesar da sua boa condição de saúde, eles têm uma predisposição a alergias e eczemas
– Outro problema menos usual, é o chamado “Beagle Tail”, o qual atinge mais cachorros com a base do rabo grosso. O Beagle Tail é uma inflamação das glândulas anais, a qual forma uma dobradura entre o rabo e o ânus, abafando o lugar e gerando inflamação. Pra tratar a “Beagle Tail” é preciso o uso de anti-inflamatórios e também antibióticos.

Como tratar de um Beagle

O Beagle é um cachorro inesgotável e é por isso que necessita fazer exercícios diários pra gastar sua energia e para que nunca se torne triste ou gordo, uma vez que é uma raça muito comilona e possui propensão pra engordar. A alimentação do cachorro Beagle deve ser balanceada e bem equilibrada.
A higienização não precisa ser frequente, a cada quinze dias, com uma boa escovação no fim para retirar os pelos soltos, o que já é satisfatório para manter a higiene do cachorro em dia. Recorde de cortar as unhas de vez em quando, na ocasião em que necessário, e fazer uma tosa esporadicamente.
Ainda assim, cuidados especiais devem ser adotados relativo a região dos olhos e da orelha dos cães desta espécie. O cachorro Beagle possui a tendência a sofrer com a otite, pois as suas orelhas são muito caídas e longas, o que faz com que possam juntar mais impurezas.
Eles são capazes de sofrer do distúrbio denominado de “Terceira Pálpebra” ou “Hiperplasia da Glândula de Harder”. Ela tem como característica criar uma película de carne muito esponjosa ao redor da região dos olhos do Beagle.

Filhotes de Beagle

racas-de-caes, caes, animais-de-estimacao -  - Beagle - Tudo Sobre

O segredo da ótima convivência com o cachorro Beagle inicia com a escolha do filhote, que deve ser feita sempre junto a um criador honesto e responsável. Filhotes de cão Beagle são capazes de ser um grande desafio! O Beagle é um cão elegante com alma de vagabundo, fiel aos seus instintos de caçador.
Os Beagles são capazes de se tornar ótimos companheiros, fazendo uma excelente parceria com seus donos durante 14 anos ou até mais, ainda que ele possa mostrar-se “preguiçoso” ou independente.
No geral, os Beagles, mesmo filhotes, não apresentam nenhum medo ou temor a qualquer coisa, sendo muito curiosos a partir do seu nascimento. Evite adquirir cães muito ariscos, que se escondam das pessoas, já que este costume é capaz de complicar a aprendizagem e a socialização do cão.
É importantíssimo que, quando selecionado o filhote, ele seja cuidado com carinho, mas sem esquecer de estipular limites claros pra ele. Jamais permita que o seu Beagle faça coisas erradas ou travessuras em demasia. Mostre a seu Beagle quem é que dita as regras! Porém nunca com hostilidade. Conforme os criadores, corrigir maus costumes é complicado em qualquer raça, contudo é basicamente impossível quando se trata de um cão Beagle.

Curiosidades acerca do Beagle

– A Rainha Elizabeth I mantinha a raça Beagle conhecida como Pocket Beagle (na tradução, Beagle de Bolso). Durante o seu governo, ela criava uma série de exemplares de Beagles em suas dependências, chegando a produzir, inclusive, uma variação da espécie de tamanho extremamente minúsculo, que tinha entre 20 e 23 cm de comprimento.
– Aconteceu em 2013 um fato inesquecível relacionado a esss raça: vários ativistas libertaram muitos Beagles do “Instituto Royal” os quais eram usados como animais de testes para medicamentos e outros propósitos.
– Por causa do seu faro apurado, o Beagle foi utilizado como um cão farejador em aeroportos, pela polícia dos Estados Unidos, para que pudesse localizar drogas ou outros produtos ilícitos.