Alimentos que prejudicam a sua dieta low-carb  

Alimentos que podem estar estragando sua dieta low-carb  

As dietas com baixo teor de carboidratos estão na moda hoje em dia, mas não são tão fáceis de seguir quanto você pensa. Há muito mais do que apenas desistir de pão e macarrão – os carboidratos estão escondidos em alguns lugares que você nunca suspeitaria. Alguns especialistas revelam uma lista de alimentos que não são tão baixos em carboidratos quanto você pode pensar. 

Iogurte 

Por si só, o iogurte não é muito alto em carboidratos. O iogurte é feito de leite e, como tal, contém lactose, um açúcar natural. O iogurte simples, sem edulcorantes adicionados, conterá cerca de 12 gramas de lactose por porção de 240 ml. Mas os aditivos são onde mora o perigo. Iogurtes aromatizados, a menos que sejam artificialmente adoçados, podem ter três a quatro vezes mais esse teor de açúcar.  

Feijões 

Baratos, versáteis e cheios de nutrientes, os feijões são um alimento básico para milhões de pessoas ao redor do mundo. Mas só porque eles são super bons para você não os torna baixos em carboidratos. Os feijões têm uma boa reputação por serem ricos em proteínas, mas ainda são um carboidrato. Uma xícara de feijão preto tem 41 gramas de carboidratos, que equivale a até duas fatias de pão, o que é muito.  

Os carboidratos do feijão são saudáveis.  No entanto, muitos gramas de carboidratos em feijão vêm de fibras, um carboidrato que não é facilmente digerido pelo organismo e retarda a digestão dos alimentos. Portanto, eles podem ser adequados para algumas dietas menores de carboidratos, desde que você os consuma com moderação. 

Fruta 

Deliciosa, nutritiva e 100% natural, a fruta é uma das coisas mais saborosas do planeta. E vem em muitas formas, tamanhos, cores e sabores. Mas, apesar do fato de, literalmente, crescer em árvores, nem sempre a fruta é adequada para uma dieta baixa em carboidratos porque todas elas têm conteúdo natural de açúcar. Elas ainda são mais baixas em carboidratos que um prato de espaguete, mas, definitivamente, têm um impacto na ingestão de carboidratos. Então, faça sua lição de casa antes de devorar uma caixa de morangos. 

Condimentos 

A seção de condimentos do supermercado pode ser um verdadeiro campo minado, mesmo quando você está ciente dos ingredientes. Você não pode confiar apenas no gosto. Adicionar condimentos como ketchup ou molhos como marinara no seu alimento com baixo teor de carboidratos pode parecer algo inofensivo, mas esses itens são, muitas vezes, recheados de açúcar. Esse é o caso de muitos molhos de salada com ou sem gordura. Tais produtos, geralmente, trocam gorduras por outros ingredientes, que, muitas vezes, não são baixos em carboidratos. 

Leia sempre os rótulos das etiquetas de ketchup e molhos para saladas. A mostarda é uma aposta segura a menos que esteja misturada com mel. 

 Almondegas 

A carne é uma parte essencial da maioria das dietas com baixo teor de carboidratos – é rica em proteínas e super saborosa. Mas, mesmo que você não saiba, talvez ali estejam escondidas grandes quantidades de carboidratos. Na sua versão normal a carne moída é completamente baixa em carboidratos, já as almondegas, um dos formatos mais comuns para essa carne, de fato, pode ter carboidratos, já que a maioria das receitas exige pedaços de pão para dar consistência. Então, quando se trata de carne, fique com formatos que você sabe que são seguros para sua dieta, ou, claro, faça você mesmo. 

Leite 

O leite de vaca, o mais disponível e popular, é nutritivo e cheio de cálcio. Mas apenas porque é essencial para o bom crescimento e desenvolvimento, não significa que seja seguro para pessoas que queiram uma dieta com baixo teor de carboidratos. O leite é, realmente, relativamente alto em carboidratos. Ele tem cerca de 12 gramas de carboidratos em uma única xícara.  Isso é demais para uma dieta lowcarb. 

Sushi 

Sushi, como é geralmente conhecido e servido nos Estados Unidos, é o peixe servido com arroz e outros ingredientes, dependendo do que você pede. E pode ser muito bom para você, desde que você evite as coisas fritas e os molhos à base de soja. Comer sushi tem tem dois pontos positivos: é uma maneira saborosa de obter mais peixes na sua dieta e a maioria dos sushis é muito baixo em gordura também. Além disso, é delicioso. 

Não tem, no entanto, baixo teor de carboidratos. O arroz branco é um carboidrato altamente refinado e o arroz usado em sushi tem ainda mais carboidratos do que o arroz branco. Além disso, a maneira como o arroz é tratado pode ter um impacto já que ele é temperado com vinagre, sal e açúcar, de modo que o açúcar tem teor de carboidratos ainda maior. Então, o ideal é você comer sashimi – sem o arroz, é claro. 

Deixe uma resposta