História

A história do rádio no Ceará começa no dia 28 de agosto de 1931, em Fortaleza, através da criação da sociedade civil integrada por “amadores da radiotelefonia”, chamada Ceará Rádio Clube. O seu fundador foi João Dummar, um apreciador da música erudita e radiotelefonia – como se denominava então as atividades de radiodifusão. A emissora era inaugurada uma década depois da Rádio Sociedade, que foi a primeira no Brasil.

A história da Ceará Rádio Clube é uma história riquíssima em detalhes históricos e de nuances, que engrandeceram a radiodifusão no estado do Ceará. Fortaleza no início de atividade da PRE-9, contava com 80 mil habitantes, segundo afirmações do escritor e cronista Otacílio Colares.

Os programas de auditório inicialmente contavam com cem poltronas e estava postado no oitavo andar do Edifício Diogo, onde Direção Comercial e Superintendência funcionavam um andar acima, o nono. Na década de1940 a1949, houve a incorporação aos “Diários Associados”, a fase que se iniciou a 11 de janeiro de 1944, dia da incorporação à rede nacional de emissoras.

O tempo foi passando e outras emissoras foram surgindo com mais força e investimento. A Ceará Rádio Clube foi se sustentando com muita garra, mas a televisão havia chegado para tomar seu espaço na sala das casas brasileiras, onde um dia, aparelhos enormes de rádio reinaram. Ao mesmo tempo, novas emissoras de rádio consolidavam-se. A Ceará Rádio Clube, que passou a fazer parte da Rede Clube Brasil e mudou de nome para Rádio Clube em 2008, mantém-se em funcionamento até os dias de hoje.